A Grãn-Bretanha passou nessa quinta-feira por uma das mudanças mais significativas do século, ao fechar um estreito acordo comercial do Brexit com a União europeia.

“O negócio está fechado”, disse uma fonte de Downing Street. “Retornamos o controle de nosso dinheiro, fronteiras, leis, comércio e nossas águas ...

“Nós entregamos esse ótimo negócio para todo o Reino Unido em tempo recorde e sob condições extremamente desafiadoras ... todas as nossas principais linhas vermelhas sobre o retorno da soberania foram alcançadas.”

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse que o negócio foi justo, equilibrado e correto.

Com esse acordo no último minuto, o final da história muda de um final mais estreito para um mais amplo. Embora esse não seja o resultado que todos esperavam na época do referendo de 2016.

Um acordo parecia iminente por quase um dia, até que barganhas sobre quantos peixes os barcos da UE deveriam ser capazes de pescar em águas britânicas atrasaram o anúncio de um dos acordos comerciais mais importantes da história recente da Europa.

Apesar de o Reino Unido ter saído da União Europeia em 31 de janeiro, existe um acordo sobre as regras de comércio, viagens e negócios que permaneceram inalteradas até o final de 2020.

Um ponto importante do acordo é o de tarifa zero e cota zero, que ajuda muito a facilitar o comercio de bens, que somam um montante de 900 bilhões de dolares anualmente.