WASHINGTON (Reuters) - Em outra ação contra a China dias antes de deixar o cargo, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ordenou na sexta-feira que os departamentos governamentais procurassem maneiras de minimizar a compra de bens e serviços chineses para reduzir os riscos de espionagem, disse seu assessor de segurança nacional.

Em um comunicado, Robert O'Brien acusou a China de direcionar os sistemas de informação do governo dos Estados Unidos para registros pessoais, planos militares e outros dados por meio da Internet e outros meios.


Esse movimento de Trump pode causar estresses nod principais pares de moedas para amanhã, 18/01. Principalmente no dolar/yen, que está em uma tendência de baixa forte, respeitando muito a linha de tendência de baixa. Provavelmente o preço irá testar 102.600 novamente antes de reverter em uma possível alta.